terça-feira, 17 de julho de 2012

Aceitando as Diferenças

Devemos nos considerar melhor que os outros a partir do momento em que compreendermos que ninguém é exatamente igual a nós. Se conseguíssemos aceitar as diferenças alheias, entendendo que cada um tem seu momento de abrir os olhos e de aprender, viveríamos mais em paz.

Não somos iguais, podemos encontrar pessoas com gostos iguais aos nossos, roupas, estilos de musica, jeito de viver, mas, jamais serão idênticas, cada um tem sua própria autenticidade, quando compreendermos isso, não sentiremos mais raiva por suas escolhas e opiniões e ao invés de cultivarmos a raiva que temos perante os outros, iremos cultivar entendimento sobre isso.

Dependendo do caso, ao invés de julgarmos alguém, seria melhor se ajudássemos a compreender melhor sobre a determinada causa ou situação, se não quiserem nos escutar rejeitando as nossas ideias, tudo bem, esqueça e continua seguindo o seu caminho.

Só devemos sempre continuar convictos de que cada um tem seu momento de aprendizado.

2 comentários:

  1. Se o mundo fosse para pessoas exatamente iguais, O CRIADOR não teria feito tanta diversidade de seres, cores, texturas, sabores, odores...
    Mas as pessoas têm a mania de querer ser aceitas e ter a confirmação de que faz o que agrada a outras pessoas, infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Vall, exatamente o que quis dizer nesse pensamento.

      Excluir